Adega de Cantanhede dedica dia aos Associados

O dia 17 de Novembro foi especial para os associados da Adega Cooperativa de Cantanhede, que se reuniram para mais uma edição do Encontro Anual Dia do Associado. Este ano a iniciativa, que já se realiza há 25 consecutivos, contou com a presença de Carlos Martins, Secretário de Estado do Ambiente que acedeu ao convite da ACC, participando na sessão formativa quer no almoço.

Durante a manhã, foram cerca de duas as dezenas de associados que foram chegando à sessão onde coube ao Presidente da ACC, Victor Damião dar as boas-vindas e recordar o palmarés desta adega, que não pára de somar medalhas e sucessos.

“Este ano está a ser um ano excelente, tanto no mercado interno como na exportação. Normalmente ficávamo-nos pelos 5 Milhões mas este ano já ultrapassámos estes valores”, frisou Damião, destacando a importância da exportação: “Cada vez mais, a aposta é para que a percentagem de exportação aumente, até porque só assim conseguimos vender com melhores preços, já que o mercado nacional é uma ‘selva’, a concorrência é feroz”. Os principais mercados são a Rússia mas também o Brasil, “onde a nossa marca se tem vindo a impor cada vez mais”.

Responsável pela parte formativa deste evento esteve o engenheiro Francisco Silva, Secretário-geral da Confagri e que começou por fazer um apanhado da evolução da vitivinicultura em Portugal ao longo das últimas décadas

Já na sua intervenção, Adérito Machado, vereador da Câmara Municipal de Cantanhede, reforçou o total apoio da autarquia à Adega “em qualquer projecto que seja útil para a sociedade”, e frisou que Cantanhede é “um concelho que se orgulha do seu terroir e do seu vinho, que é uma alavanca para o desenvolvimento local”.

Recordando que 2018 foi uma boa colheita no que diz respeito à qualidade, Adérito Machado partilhou o desejo de que este seja um ano de mais medalhas.

Já o Secretário de Estado falou da ACC “como um caso exemplar, que deve ser felicitado pelo sucesso”, que tem vindo “a aumentar o número de sócios, dando-lhes o devido valor, mas também o nível de qualidade dos seus produtos”. Carlos Martins referiu ainda dois projectos pioneiros na região, no que diz respeito ao ambiente: um primeiro de aproveitamentos das podas e dos materiais resultantes da mesma e outro ligado à limpeza adequada dos reservatórios que usam produtos químicos para o tratamento das vinhas”.

Depois das intervenções seguiu-se o almoço, na cave da Adega, onde a estrela foi o leitão à Bairrada e o tempero a conversa e o convívio entre aqueles que anualmente trazem as suas uvas à adega.

Distinções em dia de festa

O Dia do Associado da Adega Cooperativa de Cantanhede é, para além de um momento de convívio, também um momento de homenagens. Deste modo, e como tem vindo a ser hábito, foi distinguida uma colaboradora da Adega de Cantanhede assim como um associado.

Edite Reis (que não esteve presente na cerimónia) foi a colaboradora escolhida para a distinção deste ano. Recentemente aposentada, foram 43 os anos que dedicou à cooperativa, no departamento de contabilidade e serviços administrativos.

Já como associado do ano, a Adega de Cantanhede escolheu João Mendes Veloso, igualmente ausente por motivos de saúde, e “o mais antigo sócio a trazer uvas regularmente a esta adega”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *