Adega Cooperativa lança 2221 Terroir Cantanhede

Desde o dia 21 de Abril que já está disponível para venda o mais recente néctar da Adega Cooperativa de Cantanhede, o 2221 Terroir Cantanhede 2011.

De acordo com nota de imprensa, o Terroir Cantanhede representa a “paixão pela Bairrada”, pois “é ela que norteia o dia-a-dia de dois produtores com extensos pergaminhos na produção e defesa dos vinhos da região, pergaminhos esses que inspiraram este pioneiro projecto criado a duas mãos”.

O 2221 Terroir Cantanhede resulta da parceria dos enólogos José Carvalheira e Osvaldo Amado, que representam também os dois produtores: Caves São João e Adega de Cantanhede. O néctar junta as castas Baga e Cabernet Sauvignon, colhidas, no entanto, num mesmo terroir: o de Cantanhede.

“É um projecto que retrata uma Bairrada na qual ambos os produtores se reveem, uma região que renasce e se quer afirmar pela excelência e singularidade dos seus néctares, mas também pela criação de sinergias que a tornem mais coesa e lhe reforcem o carácter”, refere a mesma nota.

Sobre a Adega de Cantanhede

A Adega de Cantanhede conta, nos seus mais de 60 anos de história, com um percurso de grande dedicação à região e à defesa das suas castas autóctones, mantendo em cave testemunhos desse caminho.

Sendo hoje um destacado produtor da Bairrada, à quantidade produzida está intimamente ligada a qualidade dos seus néctares, atestada pelas mais de 250 distinções nos últimos cinco anos.

Sobre as Caves São João

As Caves São João mantém até hoje o carácter de empresa familiar que esteve na sua génese. A caminho da comemoração do seu 100.º aniversário, possuem na Quinta Poço do Lobo, concelho de Cantanhede, condições ideais para produção de vinhos e espumantes, com base em castas autóctones e internacionais, que ali se expressam com singular qualidade.