A14 já reabriu ao trânsito de forma condicionada

A autoestrada A14, que liga a Figueira da Foz a Coimbra, reabriu o trânsito, de forma condicionada, esta quarta-feira, dia 18 de Maio.

A via foi reaberta no sentido Figueira da Foz – Coimbra, após 45 dias cortada devido a um aluimento de terras. A circulação começou a fazer-se por volta das 8h15.

No sentido inverso, Coimbra – Figueira da Foz, a circulação ainda está a fazer-se com desvio pela ponte militar, colocada no local para minimizar o impacto do aluimento de terras, mas deverá começar a fazer-se ainda esta manhã.

Fonte da concessionária Brisa afirmou que a autoestrada reabriu “de forma parcial”, possibilitando o trânsito nos dois sentidos, mas apenas por uma faixa de rodagem – em circulação alternada com recurso a semáforos – na zona onde está instalada a ponte militar que faz a ligação da A14 com a EN 111.

A opção pela circulação numa única faixa de rodagem junto ao nó de Santa Eulália fica a dever-se à necessidade de desmontar a ponte militar instalada no local após o acidente, trabalhos que, de acordo com a concessionária da autoestrada, começam igualmente esta quarta-feira.

Em comunicado, a Brisa adianta que “continua a trabalhar para garantir a reabertura [total] da A14 no prazo estipulado inicialmente”, que era de seis a sete semanas e que se cumpre no domingo.

A via estava cortada ao trânsito desde o dia 2 de Abril, entre os nós de Vila Verde e Santa Eulália, no concelho da Figueira da Foz, devido ao colapso de uma passagem hidráulica na zona de Maiorca, que levou ao aluimento do piso da autoestrada.