A quarta vitória nos últimos 5 jogos em casa

Febres SC 4 – 1 Pampilhosense (18.ª jornada – 7 de Fevereiro de 2016)

Tarde de muitos golos em Febres. Depois da derrota em casa na última jornada, os aurinegros recebiam a equipa do Pampilhosense e entravam em campo com vontade de corrigir o resultado negativo da semana passada e oferecer os 3 pontos aos adeptos do Febres.

O jogo começou equilibrado, sem domínio claro de nenhuma das equipas. A maior fonte de perigo da equipa serrana eram as bolas paradas. Até que,na execução de um livre lateral, conseguiram alcançar o primeiro golo da partida. A defesa do Febres, algo desconcentrada e passiva, não soube reagir ao cruzamento e finalização da equipa adversária.

Apesar do golo sofrido, a turma da casa manteve-se fiel aos seus princípios de jogo ofensivo, acreditando que conseguiria chegar à igualdade. Ao minuto 42, e devido a um problema físico, Amândio cedeu o lugar ao estreante Álvaro. E que melhor estreia poderia este desejar do que, na primeira vez que tocou na bola e rematou à baliza, na sequência de um canto,a bola sofreu um desvio de Silva e entrou na baliza. Silva, que também fazia o seu primeiro jogo esta época, pelo que esta dupla estreia foi determinante para alcançar a igualdade mesmo à porta do intervalo.

A segunda parte começou praticamente com a expulsão de um jogador do Pampilhosense, depois de ter visto o segundo cartão amarelo ao tentar evitar um contra ataque do jovem guarda redes Diogo. A partir desse momento o Febres, inteligentemente, conseguiu tirar partido da superioridade numérica e construiu uma exibição sólida e dominante. Silva, ao minuto 60, bisou na partida e desfez o empate com uma finalização muito oportuna. Um golo muito festejado pelo regressado capitão ao seu clube de sempre, deixando os adeptos na bancada claramente felizes por poderem contar novamente com a sua experiência e dedicação ao clube. A equipa mostrava estar segura e serena em todos os momentos do jogo e chegou ao 3-1 naturalmente, através de Nunito, num remate cruzado dentro da grande área. Luís Rodrigues fechou o marcador aos 77 minutos, ao responder eficazmente a um cruzamento do lado esquerdo, antecipando-se com o pé direito ao guarda-redes adversário.

Uma vitória importante, que permitiu ao Febres alcançar 21 pontos, passando a ocupar a 12ª posição na tabela classificativa. A quarta vitória nos últimos 5 jogos em casa é um sinal claro de que, jogando no seu estádio,e com a ajuda do seu público,a equipa orientada por Patrício Duarte é difícil de derrotar.

Crónica de autoria: Julien dos Prazeres