“À conversa com… Júlia Marçal” decorreu na Biblioteca Municipal de Cantanhede

“À conversa com… Júlia Marçal” foi o mote do encontro da psicóloga da área social e das organizações, com as mais de sessenta pessoas que se deslocaram à Biblioteca Municipal de Cantanhede, no passado dia 18 de outubro.
A psicóloga e autora do livro “A comida como almofada emocional”, aproveitou o ambiente descontraído e informal para abordar precisamente a temática da alimentação saudável enquanto parte importante do bem-estar social e organizacional, disponibilizando-se para esclarecer as inúmeras dúvidas colocadas pelo público presente.
A autora afirmou que “alguns elementos auxiliares do controlo da fome emocional e alteração de padrões comportamentais, são muitos deles aprendidos em tenra idade”.
Júlia Marçal abordou ainda tema da “fome emocional”, no sentido de “disponibilizar algumas ferramentas cognitivas, emocionais e comportamentais que permitam, não só, refletir sobre o padrão comportamental que cada pessoa apresenta relativamente à fome emocional, mas também mas também, conceber estratégias e táticas que auxiliem o controlo da fome emocional, como forma de promover a perda de peso e a aquisição de padrões alimentares saudáveis”.
Organizada no âmbito do programa de dinamização sociocultural Tardes Comunitárias: Dar mais Vida aos Anos que a autarquia cantanhedense tem vindo a promover.
Sobre Júlia Marçal
Júlia Marçal é licenciada em Psicologia Social e das Organizações e mestre em Comportamento Organizacional, pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa – Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) Consultora e formadora, colabora em projetos de intervenção organizacional, social e comunitária.
A psicóloga foi praticante de Karaté-Do na modalidade Shotokai, durante 11 anos, tendo sido, inclusivamente, federada. O Karaté desde cedo lhe despertou o interesse pela sua influência na mente humana e sobre o comportamento.
Júlia Marçal interessa-se pelo tema da Fome Emocional e pretende contribuir com conhecimento e ferramentas práticas que facilitam a aquisição e manutenção de hábitos saudáveis. Dentre as técnicas que utiliza encontram-se um conjunto de exercícios biopsíquicos, com os quais tomou contacto e que desenvolveu, ao longo do seu percurso académico, profissional e desportivo.